sexta-feira, 30 de outubro de 2009

DECEPÇÃO

Tudo parecia estar bem

Sensação de paz e harmonia no ar

Sem desavenças com ninguém

Até o momento de separar


Grupos de colegas se separam, eu sei

Mas grupo de amigos, não

Eis minha decepção

Os verdadeiros permaneceram

Os outros se esvaíram


E quando menos esperava

Uma pedra me atirava

Indiretamente, talvez

Mas não foi preciso repetir outra vez


E a visão que tinha desse alguém

Passou da fantasia para realidade

Realidade que não queria ter descoberto

Mas no fim, nada é melhor que a verdade

Um comentário:

Pedro Henrique Prado disse...

Heeeey!!!!
Legal seu poema!!
As vezes nos dedicamos completamente à alguns amigos e eles acabam nos traindo.....Mas esses não são amigos de verdade , pois amigo de verdade está com a gente a qualquer momento!!
=)
Abrcs
\ô/

pedroprado.blogspot.com