sexta-feira, 17 de abril de 2009

Morte...


Quando vem não deixa recado, arranca uma parte de nós sem nenhum receio de como vai nos deixar, se vamos ficar tristes? Pra ela isso não importa! Uma vida que acaba, como uma luz que se apaga. A pessoa está aqui, do nosso lado, e de repente não está mais.

A morte é o maior mistério da vida que nunca entenderemos, só nos resta aceitar, o que é mais difícil, porque como nos acostumar com essa situação? Era uma pessoa que nos amava, pior, era uma pessoa que a gente amava, como acordar um dia depois e lembrar que ela não está mais conosco, que não estará NUNCA mais conosco, dá vontade de jogar tudo pro alto e ir junto!

Mas é a vida, cruel ou não, é a vida, com um tempo... GRAÇAS AO TEMPO... Nossa dor se ameniza, o que não quer dizer que estamos livres da saudade, saudade que em alguns momentos dilacera nosso coração, mas que também nos conforta quando lembramos dos momentos bons que passamos juntos, e a esperança de um dia voltar a nos encontrar... Essa esperança nunca morre.

4 comentários:

Fabio Alx disse...

show show...
triste mas maneiro...^^

Rosário disse...

Poxa Diogo! Tema difícil de ser comentado. Profundo e misterioso. Falar sobre a morte nos reporta à vida. Ela está a nossa espreita. Não temos como fugir dela e, quando ela de alguma forma nos aparece, como na ida inesperadamente possível de um ente querido, um vizinho, ou até mesmo um desconhecido ou no nosso próprio medo...nos questionamos sobre o por que e o para onde. E ficamos com essa esperança que vc colocou com um sentido antagonicamente esplendoroso da morte.


Adorei seu blog...bem eclético. Parabéns!!!!


Visita o meu:http://palavrasdevaneios.blogspot.com/

Hique disse...

huummm..

eu não vejo mistério na morte...

só uma passagem para outro estado, não uma separação.

a morte é o verdadeiro nascimento.

Liipee disse...

o Tema: Morte é bem intrigante né?
ninguem sabe, ninguém saberá..
só se for lá, e voltar, alguem se arrisca?:)

bom, to agradecendo o comentário em meu blog...
e sim, ele morreu sim..
:)

Finais felizes é para os fracos !
:D