sexta-feira, 26 de junho de 2009

O adeus a Michael Jackson


Ontem, quinta- feira (25) o mundo perdeu o seu maior astro pop de todos os tempos, Michael Jackson, aos 50 anos, morreu após sofrer uma parada cardíaca em casa, foi levado de ambulância ao hospital em Los Angeles mas os médicos declaram-o como morto após sua chegada em coma profundo no hospital.
A vida do cantor foi repleta de altos e baixos, grandes sucessos, grandes barracos.
O "Rei do Pop" começou sua carreira ainda menino, com o grupo Jackson 5. Ao lado de seus irmãos, o garoto de apenas cinco anos conquistou o mundo nas décadas de 1960 e 1970.
Esta fase foi marcada por sucesso, mas também por polêmicas. Anos mais tarde, Joe Jackson, pai de Michael, confessou que bateu muito nos filhos. Isso explicaria as diversas manias que se seguiram na vida do cantor.
Depois do Jackson 5, ele se lançou em carreira solo e se tornou um dos maiores mitos do showbizz.
Com o passar o tempo, Michael foi mostrando um lado desconhecido do público. Tudo começou quando ele, que é afrodescendente, foi modificando a aparência. À princípio, as mudanças se concentraram em plásticas no nariz.
Depois, a pele negra do ídolo foi clareando até se tornar branca. Na época, o cantor alegou ser vítima de vitiligo - uma doença que, basicamente, se caracteriza pelo aparecimento de manchas brancas na pele.
Denúncias de casos de pedofilia abalaram a vida e a carreira do artista. A gota d'água foi o documentário britânico "Living With Michael Jackson". Na reportagem, o astro foi filmado afirmando que crianças dormiam em sua cama, mas que nunca havia abusado delas.
Em uma das acusações, Michael acabou preso, porém foi absolvido em 2005.
Gastos astronômicos como compras de obras de artes, intervenções cirúrgicas, viagens e casas caras dilapidaram o patrimônio do artista. Nessa bola de neve, Michael quase perdeu a própria casa, o Rancho Neverland.
Trapalhadas como afirmar que é o Peter Pan e balançar o filho ainda bebê numa sacada também mancharam a imagem do músico.
Confusões sobre quebras de contrato marcaram os últimos dias do astro. Processos foram abertos em países como Estados Unidos e Dubai.
Michael voltaria aos palcos em 13 de julho na O2 Arena, em Londres. Ao todo, ele faria 50 apresentações na capital britânica.


FONTE:

5 comentários:

Zone Core disse...

Michael 4ever!!!

Kelly Christi disse...

Como todos disseram foi uma notícia triste,aliás, mais que isso, foi súbida, né? Pegou todo mundo de sopetão...

Obrigada pela visita no blog, volte sempre.

bjitos

http://www.pequenosdeleites.blogspot

Breno disse...

Uma lenda!

Fábio Flora disse...

O dia ontem foi mais triste, cinzento, por conta da morte do Michael Jackson. Cada vez que vejo as imagens dele, dos clipes, dos shows, de Neverland, tudo isso me deixa um bocado melancólico... Ah, por favor, retire o acento grave do título. O correto é "O adeus a Michael Jackson". Abraços e sucesso com o blog!

Zih disse...

É engraçado esse mundo ou cruel msm. Antes os jornais e tvs só mostravam coisas que manchavam a reputação dele. Agora fazem homenagens e não duvido nada que lançariam uma biografia e versões do filme que ele contracenou.
Quem sabe o dvd com os melhores momentos do funeral?

R.I.P MJ
Não era fãnzoca, mas curtia algumas músicas...